Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal

Educação Infantil de Qualidade





Elegemos a qualidade na educação infantil como uma de nossas prioridades de atuação, focando no atendimento a crianças na primeiríssima infância (nascimento aos 3 anos).

Estudos comprovam que creches qualificadas podem fazer uma grande diferença no desenvolvimento de crianças em situação de vulnerabilidade e influenciar positivamente sua vida presente e futura.

Para contribuir com esta agenda, propomos ações e apoiamos iniciativas que fortaleçam avaliações de práticas educacionais, apresentem novos modelos e indiquem melhorias para todos os aspectos que envolvem esses espaços educativos.

Conheça algumas dessas iniciativas:

Parâmetros de Qualidade
 

​Parâmetros de Qualidade​

Pesquisas comprovam que a qualidade das escolas de educação infantil é um fator crucial para o pleno desenvolvimento das crianças de zero a seis anos.

Para contribuir ao fortalecimento dessa temática, procuramos traçar novos e positivos cenários, ouvindo diferentes atores sociais. Por isso, realizamos um mapeamento de opiniões e orientações de stakeholders do meio acadêmico, de lideranças públicas e da sociedade civil com o objetivo de compreender o que eles entendem por qualidade e quais indicadores podem ser mensurados e acompanhados para fortalecê-la.

Acreditamos que, com parâmetros mais concretos que embasem análises e avaliações, é possível traçar estratégias e caminhos para se construir uma educação infantil brasileira que promova um melhor desenvolvimento infantil.​

Políticas Educacionais
 

Políticas Educacionais

Diferentes nações já avançaram na oferta de uma educação infantil de qualidade, com ampla abrangência. Experiências que podem apoiar a formulação de uma agenda focada na política educacional brasileira para os primeiros anos de vida.​

Para oferecer referências positivas que possam fomentar as decisões relacionadas à educação infantil brasileira e ajudem a promover o pleno desenvolvimento na primeira infância, desenvolvemos uma pesquisa sobre políticas internacionais para o atendimento de crianças na primeiríssima infância (do nascimento aos 3 anos).

Esse estudo contemplou 12 países: Argentina, Colômbia, Peru, Canadá (Ontário), Dinamarca, Espanha, França, Inglaterra, Suécia, Japão, Austrália e Nova Zelândia e foi realizado em parceria com a Fundação Carlos Chagas​.

Famílias e Creches
 

Famílias e Creches

Quando o tema é educação, os núcleos familiares são um dos principais pilares na construção de creches e pré-escolas de qualidade.

Por isso, por meio de uma pesquisa, identificamos as necessidades e os interesses das famílias em relação ao acesso e à qualidade do atendimento em creches para crianças até 3 anos, em diferentes contextos brasileiros.

Mapeamos lacunas e oportunidades para favorecer o apoio a ações e políticas públicas que contribuam à melhoria da educação infantil brasileira. A pesquisa foi realizada em parceria com o Ibope.

Políticas Curriculares de Educação Infantil
 

Políticas Curriculares de Educação Infantil

Os avanços nos estudos e pesquisas sobre educação infantil, nos motivaram a conhecer outras realidades e aprender com elas.

Buscando contribuir com a formulação de boas práticas, realizamos uma análise e comparação de políticas curriculares em oito países que são referência no tema: Chile, Escócia, França, Nova Zelândia, Canadá, Portugal, Suécia e Singapura.

O estudo subsidiou a revisão da segunda versão do texto sobre educação infantil para a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), e foi realizado em parceria com o CIPPEC (Centro de Implementação de Políticas Públicas para a Equidade e o Crescimento).​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​

​​​
​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​