1. Home
  2. Biblioteca
  3. Falta de natureza na infância pode piorar saúde mental na vida adulta

Falta de natureza na infância pode piorar saúde mental na vida adulta

Publicado em 22/05/2019

Este material está disponível gratuitamente para você ler ou fazer o download para imprimir ou compartilhar.

Download do material

Nos últimos anos, uma série de estudos tem mostrado como o contato com a natureza na primeira infância é importante para o futuro daquela criança - tanto do ponto de vista da saúde física quanto mental. Uma nova pesquisa multicêntrica, realizada em quatro cidades europeias, corrobora os efeitos negativos da falta de áreas ao ar livre no início da vida.

Publicado no International Journal of Environmental and Public Health, o estudo incluiu mais de 3.500 adultos, que responderam questionários sobre o lugar onde cresceram e outros que avaliavam saúde mental. Dados das cidades e modelos matemáticos foram usados para avaliar a relação entre os dois pontos, controlando outros fatores de risco para pior saúde mental que poderiam influenciar nos resultados.

A saúde mental foi avaliada por meio de um escore de cem pontos, validado em estudos anteriores, composto de cinco perguntas que avaliam sintomas de estresse e depressão nas últimas quatro semanas. A nota nessa classificação era ao menos 4 pontos menor entre os participantes que cresceram com pouco contato na natureza, uma diferença considerada relevante pelos autores.

Este material está disponível gratuitamente para você ler ou fazer o download para imprimir ou compartilhar.

Download do material

Conteúdo Relacionado