É brincando que a criança aprende e se desenvolve

Desde que nasce, o bebê brinca. E o primeiro grande brinquedo é o próprio corpo. É nessa brincadeira que a criança tem a oportunidade de descobrir quem ela é, seus desejos e assim, desde pequena, começa a ser mais autônoma e autoconfiante.




Sugestões de Pauta

  • O direito das crianças a terem a possibilidade de brincarem está previsto no Marco Legal da Primeira Infância. Por isso, vale checar se isso está sendo cumprido em várias instâncias. Uma possibilidade é apurar se estão sendo criados - em nível estadual, por exemplo -  editais específicos de incentivo à cultura que estimulem, em lugares de baixo poder aquisitivo, projetos de trabalhos em arte para e com as crianças.
  • Também vale ouvir a opinião do candidato sobre incluir nos programas de formação continuada de professores e profissionais que atuam com crianças de até 6 anos, das três esferas governamentais, conteúdos, informações e práticas que os habilitem a perceber e valorizar, na realização de seu trabalho, o lúdico como forma de desenvolvimento e aprendizagem da criança.
  • Para ir além nesse tema, acesse um material que divulga o artigo 31 da Convenção dos Direitos da Criança e trata do direito ao descanso e ao lazer, a brincar e a participar de atividades de recreação apropriadas à idade. 






Conheça os outros temas