1. Home
  2. Eleições
  3. Primeira Infância Em ...
  4. Enfrentamento à Violência


Uma rede para proteger a criança

Para manter meninos e meninas seguros, é crucial a articulação do setor de saúde com outros setores governamentais e com a sociedade em geral, inclusive para cumprimento da notificação compulsória de casos de violência, prevista no ECA. Também é preciso uma integração da rede de atendimento do setor de saúde com o setor jurídico (promotorias públicas, delegacias especializadas, varas da justiça, conselho tutelar e instituições ligadas a universidades que prestam serviços de advocacia).

Outro foco é o fortalecimento do Sistema de Informação para Infância e Adolescência (SIPIA), criado em 1997, com base no ECA, visando gerar informações para subsidiar a adoção de decisões governamentais sobre políticas para crianças e adolescentes, garantindo-lhes acesso à cidadania.


Sugestões de Pauta

  • Existe Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente em sua cidade? Quais são suas principais fontes de recurso? Onde é investido o dinheiro arrecadado? Quais são as organizações e ações beneficiadas?
  • Também vale apurar as condições de funcionamento dos Conselhos Tutelares (municipal e estadual), fundamentais para que posso exercer todo trabalho e real integração da rede de atendimento do setor de saúde com o setor jurídico, para garantir segurança da criança. 



O estresse tóxico

Uma criança que não tem suas necessidades atendidas pode conviver em um período chamado de estresse tóxico. Um ambiente violento, seja dentro ou fora de casa, é extremamente prejudicial para o desenvolvimento infantil.







Conheça os outros temas