1. Home
  2. Participe
  3. Empresas
Toda a empresa tem potencial de ser aliada da primeira infância. Mas ainda falta engajamento e entendimento da importância desta causa. 

Acreditamos que é possível mudar esse cenário. Para isso, nós da Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal, em parceria com a United Way Brasil, apoiamos a iniciativa do instituto Great Place to Work (GPTW) de medir, a partir de 2019, o quão amigáveis as empresas são com a primeira infância.

 


CEOs e suas infâncias


Leia os depoimentos dos executivos a seguir sobre as experiências que viveram na primeira infância e que consideram fundamentais para a construção de quem são hoje.


Mesmo no universo das 150 melhores empresas para trabalhar no Brasil, conforme a lista elaborada pelo Great Place to Work (GPTW) com os resultados de 2017, ainda existe um déficit na atenção às crianças de 0 a 6 anos:
 
  • Apenas 39% oferecem licença-maternidade de 6 meses ou mais; e só 29% dão mais do que os cinco dias de licença-paternidade garantidos por lei;
  • Quase metade (47%) não oferece nenhum auxílio para colocar os filhos em creches;
  • Menos de 25% das empresas oferece flexibilidade de horário para resolver questões familiares, como uma reunião na escola ou visita ao pediatra.

Veja como contornar empecilhos para implementar tais práticas e entenda quais os benefícios - não apenas para os funcionários, mas também para a própria organização. Acesse o guia Aposte na Primeira Infância.


A sua empresa já possui uma política de benefícios diferenciada, que impacta positivamente o desenvolvimento das crianças e de seus cuidadores?

Queremos conhecer suas iniciativas! Conte pra gente clicando aqui

Bons exemplos devem ser divulgados; boas ideias, replicadas; boas práticas disseminadas. A primeira infância agradece.

 

Parceiros 

Conteúdos selecionados para você